Avalara Brasil > Blog > Assuntos gerais > Pessoas Extraordinárias Karl Heinrich Ulrichs

Karl Heinrich Ulrichs - Pioneiro em defender leis a favor da homossexualidade

  • Jun 28, 2022

Karl Heinrich Ulrichs foi pioneiro em defender leis a favor da homossexualidade

Hoje, dia 28 de junho, é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e nada melhor que falar de quem foi pioneiro em defender leis a favor da homossexualidade, o alemão advogado e jurista Karl Heinrich Ulrichs. Nascido em Aurich, localizado no noroeste da Alemanha, no dia 28 de agosto de 1825, a infância de Ulrichs ficou marcada pelo desejo de vestir-se como uma menina, brincar com outras meninas e de ser uma menina. Com 14 anos, Karl assumiu um breve namoro com o instrutor de equitação da cidade. Anos mais tarde, em 1846, formou-se em direito e teologia pela Universidade de Gottingen.

Durante 12 anos, Karl trabalhou como advogado oficial junto da comarca de Hildesheim, em Hanover, entretanto foi demitido quando a homossexualidade se tornou explícita. Em 1862, Ulrichs contou sobre a sexualidade à família e aos amigos, ele dizia que era um Uraniano e começou a escrever sob o pseudónimo de Numa Numantius. Ao contrário do conservadorismo da época, o advogado alemão foi a primeira pessoa assumida gay que falou sobre igualdade e homossexualidade num contexto científico.

Ulrichs escreveu novos termos para descrever diferentes orientações sexuais e identidades de gênero, como por exemplo: Uraniano (homem que deseja outros homens); Dioning (homem que se sente atraído por mulheres). Além disso, o alemão criou palavras para bissexuais e interssexuais. Depois da elaboração destes termos, Karl abandonou o pseudónimo e passou a publicar com o nome verdadeiro. Em 29 agosto de 1867, ele se posicionou contra as leis que criminalizavam a homossexualidade no palco do Teatro Odeon, em Munique, em meio a vários outros juristas importantes, que o vaiaram.

Ulrichs defendia a legitimidade das relações gays e que as pessoas teriam o direito a seguir os próprios sentimentos. O advogado foi perseguido na Alemanha por conta dos estudos e discursos sobre a homossexualidade, grande parte das publicações foram confiscadas ou proibida. Apesar disso, na Itália, as pesquisas e conceitos foram aceitas no meio acadêmico. Em 1869, todo o esforço de Karl foi reconhecido, o escritor austríaco Karl-Maria Kertbeny lançou o termo "homossexual", e a partir dali o tema orientação sexual passou a ser amplamente discutido e estudado.

AvaTax Brasil: seu conteúdo de cálculo tributário em poucos cliques
Motor de cálculo robusto, atualizado em tempo real com a legislação do dia