Avalara Brasil > Blog > Obrigações fiscais e legislação > Gisleise Nogueira discute sobre as mudanças e impactos da Reinf

Como se preparar para as novas mudanças da EFD-Reinf?

  • Nov 1, 2022

Como se preparar para as novas mudanças da EFD-Reinf?

Saiba como as soluções da Avalara poderão facilitar a entrega da obrigação e agilizar os processos na sua empresa

Marcando a volta dos eventos presenciais, a Avalara Brasil convidou a sócia e diretora do Portal Sped Brasil, Gisleise Nogueira, para discutir sobre as mudanças e os impactos da Reinf e como fazer para se preparar para o novo cenário. Para entender exatamente o que mudou da EFD-Reinf, confira este link.

É importante relembrar que a digitalização se faz cada vez mais presente em todos os âmbitos da sociedade, inclusive do governo. Por isso, a tendência é que os trâmites contábeis/fiscais deixem de usar cada vez menos os papéis e passem a se tornar mais digitais. E a mudança da Reinf vem sustentada nesse pensamento.

Benefícios e desafios da mudança

Um dos principais objetivos da mudança é evitar ilícitos, uma possível multa ou notificação. Revisar os processos para garantir que tudo esteja dentro dos conformes é essencial para que a empresa mitigue a possibilidade de ser fiscalizada e ter uma multa. Segundo Gisleise, a nova Reinf dá mais transparência às operações realizadas entre as empresas. “Suas relações entre fornecedores e clientes são cada vez mais transparentes nesse processo. Hoje está tudo interligado, então se eu fizer um processo correto durante todo o percurso da minha aquisição de serviço, é possível mitigar possíveis fiscalizações e problemas futuros”.

 Um dos impactos mais sentidos pelas empresas serão os processos. Conforme apontado por Gisleise, temos a mudança de legislação e de soluções sistêmicas, mas é a mudança de processo que vai afetar as organizações. “As empresas precisam discutir todo o trâmite das operações e principalmente as tributações relacionadas para que assim possam ajustar os seus processos alinhados ao compliance dessas operações”.

Dicas para fazer uma transição mais tranquila

Primeiro é preciso conhecer o processo. Muitas vezes as empresas são reativas às operações e decisões que são vindas do governo, ao invés de usar a oportunidade para trabalhar de forma preventiva. Ou seja, conhecendo a legislação, acompanhando o leiaute, as informações, as atualizações do que está sendo feito, permitirá que você tenha o seu processo de virada para esse novo momento em 2023 menos tumultuado e mais planejado, aponta Gisleise. “O conhecimento prévio tem uma importância tão grande porque isso traz a consciência do que é essa obrigação e qual o impacto, lembrando que esse processo precisa ser contínuo”, finaliza a especialista.

A Avalara já está preparada para essas mudanças, e assim oferecer um sistema fiscal, que visa trazer compliance e mitigação de riscos dentro da operação para a EFD-Reinf.

“Estamos com tudo pronto, esperando a liberação do ambiente do Fisco para realizar os testes de envio dos eventos por meio de um XML determinado pelo Fisco. Tanto o time interno Avalara quanto seus parceiros já estão treinados e preparados para apoiar os clientes no mapeamento destas informações, ajustes e testes integrados.”, finaliza Ronald Miklos Vogel, Senior Solution Engineer da Avalara Brasil.

Você está preparado para as atualizações?
Deixe que a Avalara te ajude nesse processo!